Quem sou eu

Minha foto
...uma criatura magrela e um ser que deixa a desejar no quesito beleza; ao me ver tenho certeza que não darias nada por mim, mas ao levar um papo tenho certeza que pelo menos um dinheiro pro café,você vai dar !

terça-feira, 30 de março de 2010

Mendigo de mim.

Me deixe aqui pensando que eu prometo não fazer mal a ninguém,e se algum mal eu fizer,pode me punir,pode me jogar na cadeia,e me deixem lá por anos,que assim eu volto mais revoltado,mais decidido,e talvez,até mais forte.Tem gente idiota que para no tempo e começa a ver o passado se arrependendo daquilo tudo que conquistou,dá neles uma espécie de desânimo,uma reflexão babaca que diz:
- E agora que eu cheguei aqui e conquistei tudo o que eu queria,o que eu farei?

Oras,vá aproveitar o que conquistou,vá desfrutar das maravilhas dessa vida,se conquistou àquela mulher,saia com ela de saia e se divirta com os marmanjos a olhar,deixe ela gastar teu dinheiro,afinal,você não fará nada mais legal com ele mesmo,transe com ela,mas transe muito,porque se um dia ela te trair,pelo menos você pode dizer que foi feliz e bom enquanto durou,e se o que conquistou foi àquele carro,corra com ele,ultrapasse sinais,passe rápido nos quebra-molas da vida,jogue a água das poças nos cachorros das calçadas,buzine pra moças do colegial,busque sua mulher no trabalho,faça ela feliz,faça uma viagem.E se o que conseguiu foram os filhos,curta eles,faça-os felizes,lhes compre sorvete e chocolate,leve-os ao parque,sorria pra eles e lhes dê muito carinho,afinal,eles vão provavelmente cuidar de você,quando você voltar a ser criança,quando lhe cair todos os dentes,quando fores só embriagues do tempo.
Pois bem,eu lutei,eu conquistei,tudo isso,mulher,carro,dinheiro,filhos,e agora sinto que,de nada valeu.Estou limpo e perfumado,mas sinto o mau cheiro daquilo que não fiz,estou de terno,bem alinhado,mas sinto-me bangunçado e desarrumado,pelo rumo que a vida me levou,me arrastou,e olha que cheguei aqui,na maioria das vezes,sobre rodas,mas sinto o cansaço nas pernas de quem andou o mundo,de quem fez um caminho que não era seu.
É,já estão meus filhos criados,bem sucedidos,mas eu permaneço aqui,parado nessa cama que é até confortável.Eles não sabem,mas toda a alegria que senti,os risos que eu ri,era tudo deles e não meu,e não adianta baterem na porta e me chamarem pra fora porque eu não vou sair,agora com a vista cansada,vejo com clareza tudo que eu queria,mas de nada adianta,já tenho tudo isso,já tenho todo esse poder,toda essa riqueza,nada posso mais fazer,minha vida é assim,e justo no fim dela,me descobri mendigo de mim.

Allan Bonfim.

terça-feira, 9 de março de 2010

O amor

Me fez feliz.
Quase me derrubou.
Foi infeliz.
Se foi e não voltou.
Mudou meu jeito.
Saiu do peito e saltou.
Te agarrou.
Pintou teu cabelo.
Agora é roxo.
É um desgosto gostoso.
É 20,30 ou mais.
Sabe bem o que faz.
Não sabe nada do que faz.
Não te explica não,sabe?!
Cabe onde mais nada cabe.
Sai por AÍ pra pegar VOCÊ.
me faz esperar AQUI sem TE ter.
Às vezes é engraçado.
Deixa gente com peito rasgado.
Nos faz rir feito desesperados.
Tem o jeito quente de ser.
Tá em mim.
Tá em você.
Vai saber.
Vai um dia explicar.
Vai fazer entender.
Que se sente é pra aprender.
Que se sente é pra sofrer.
Que se sente é pra amar.

...é nada mais,amor.

Allan Bonfim.